X
X

NEWSLETTER

Cadastre seus interesses e receba apenas os assuntos relacionados:

X
Nº de dias antes do ciclo menstrual % de amostras de mulheres grávidas que obtiveram resultados Positivos
1º Dia 98%
2º Dia 97%
3º Dia 88%
4º Dia 56%

Blog

Mitos e fatos sobre a fertilidade da mulher

21/09/2017

Já falamos aqui no Blog Confirme sobre os mitos e verdades da fertilidade masculina. Agora vamos esclarecer os principais mitos sobre a fertilidade da mulher. Veja abaixo! 

1. É possível engravidar em qualquer momento do mês
Mito. Só é possível engravidar quando se tem relações sexuais no período fértil, que é quando o espermatozoide pode fecundar o óvulo liberado no organismo da mulher. Os dias mais férteis são antes e durante o dia da ovulação. Quando o óvulo é descartado pelo corpo, não há mais como engravidar até o próximo ciclo menstrual. Saber o dia da sua ovulação é a melhor maneira de engravidar rápido.

2. Não se pode engravidar durante a menstruação
Mito. Em alguns casos, quando o ciclo menstrual é bastante curto, é possível engravidar nos dias que ocorre o sangramento. Isso porque, nesse caso, pode-se entrar no período fértil antes mesmo do sangramento cessar.

3. Os ciclos menstruais nem sempre duram 28 dias e dificilmente são regulares
Fato. Apesar da duração média dos ciclos menstruais da população de mulheres ser de 28 dias, muitas terão um ciclo maior ou menor que isso. Ainda, é bastante incomum uma mulher ter um ciclo regular. O que acontece com frequência é uma variação de 7 dias ou mais entre um ciclo e outro. Por isso, é difícil estimar seu período fértil usando a calculadora da ovulação.

4. Todas as mulheres menstruam 14 dias após a ovulação
Fato. Os ciclos podem demorar mais ou menos tempo, porém todas as vezes que você ovular, ocorrerá o sangramento 14 dias depois – isso, claro, se você não tenha ficado grávida. Isso porque o organismo precisa expelir o óvulo não fecundado e começar a maturação de outro óvulo nos próximos dias. Por tanto, o que faz seu ciclo menstrual ser mais ou menos curto, bem como variar mensalmente, é o tempo que ele leva para maturação de um dos seus óvulos.

5. É possível saber com antecedência o dia da sua ovulação medindo a temperatura corporal basal
Mito. O que faz aumentar temperatura basal no corpo da mulher é a secreção de progesterona após o período de ovulação. Como a temperatura corporal basal se eleva depois da liberação do óvulo, suas chances para engravidar são muito pouquíssimas. Um óvulo só fica disponível para fecundação por 24 horas, o que torna esse método pouco eficaz para aquelas que estão tentando uma gravidez.

6. Monitorar o período fértil com testes caseiros ajuda a reduzir a ansiedade
Fato. Muitos casais que estão tentando há algum tempo ter um filho começam a passar por períodos de ansiedade. Essa ansiedade é reduzida pelo fato de saberem o melhor momento para engravidar, ou seja, monitorarem a janela fértil de 48 horas onde há maiores chances de concepção. Outro fato é que 80% dos casais que monitoram o período fértil feminino com uso de testes caseiros conseguem engravidar sem recorrer à outros tratamentos médicos.

7. É possível aumentar as chances de engravidar de um menino ou de uma menina
Fato. É possível escolher o sexo do bebê se o casal souber o dia da ovulação da mulher. As chances de engravidar de um determinado sexo aumentam 90% de acordo com o dia da relação sexual em relação ao dia da ovulação. Quando se tem relações sexuais 2 dias antes da ovulação, se aumentam as chances de conceber uma menina. Quando a relação ocorre no dia da ovulação, as chances são maiores para engravidar de um menino.

8. Engravidei facilmente do meu primeiro filho, então será fácil ter o segundo
Mito. Não há como saber que isso ocorrerá. Muitos fatores interferem na fertilidade do casal, tal como a idade, os hábitos, tratamentos médicos, estilo de vida, entre outros. Pode ser que você não tenha passado por nenhuma mudança em seu organismo, mas talvez seu parceiro sim. Então, se você tem menos de 35 anos e está há mais de 1 ano tentando engravidar, procure orientação médica. Se tiver mais de 35, 6 meses de tentativas bastam para procurar pelo especialista.


Quer saber mais? Acompanhe os temas relacionados:

10 perguntas para se fazer ao especialista sobre infertilidade
Conheça os principais fatores da infertilidade feminina
Confira as dicas para aumentar a sua fertilidade após os 30 anos

ÚLTIMAS